A história do Peugeot no Brasil

2ª Turma confirma incompetência da 13ª Vara de Curitiba em ação contra Guido Mantega

O colegiado manteve decisão do relator, ministro Gilmar Mendes, que verificou que as ações não tratam de desvios de recursos O post 2ª Turma confirma...

Boletim médico do prefeito Rafael Greca

O prefeito Rafael Greca, internado no Hospital Nossa Senhora das Graças, no fim da manhã de terça-feira (20/04/21), devido a O post Boletim médico do...

Rafael Greca, prefeito de Curitiba, sofre AVC e é internado

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, de 65 anos, sofreu um acidente vascular cerebral isquêmico na manhã desta terça-feira, 20. Em nota, a prefeitura...

Prefeito Greca tem AVC e é internado

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral) isquêmico, conhecido como derrame, nesta 3ª feira (20.abr.2021). O post Prefeito Greca tem...

​Corpo de Bombeiros do PR recebe simulador para treinamentos virtuais

O Corpo de Bombeiros do Paraná é o primeiro da América Latina a contar com o Simulador FLAIM, de origem australiana, equipamento que permite...

Muitas pessoas conhecem ou já ouviram falar de algum carro da Peugeot. A marca francesa teve sua chegada oficial no Brasil em 1992. A primeira fábrica da Peugeot no país teve início em 2001 e até hoje fica situada no Rio de Janeiro. Fernando Siqueira Carvalho afirma que a fábrica no Rio conhecida como Porto Real, abastece outros países além do Brasil, como, Argentina, Costa Rica, Chile, Peru, entre outros países.

Em junho de 2001, começa a ser fabricado o modelo Peugeot 206 que foi um grande sucesso e teve um número elevado de vendas. No ano de 2010, a empresa contava com mais de cinco mil colaboradores em sua fábrica no Rio de Janeiro, afirma Fernando Siqueira.

Em outubro de 2011, a empresa realizou um investimento de 3,7 bilhões de reais no país, para os anos de 2010 até 2015, com o intuito de desenvolver novos veículos e novos motores. No ano de 2016, a Peugeot completou 15 anos no Brasil, e durante os 15 anos de fabricação, a marca já tinha vendido cerca de 1,3 milhão de veículos e 1,8 milhão de motores.

No final de 2019 ocorreu uma fusão da Peugeot-Citroen e da Fiat-Chrysler, a união de ambas a marcas deu o nome de “Stellantis”. Com isso, a empresa se tornou o quarto maior grupo automotivo do mundo, informa Fernando Siqueira.

Para finalizar, Fernando Siqueira informa que essa fusão teve como objetivo principal o não fechamento das fábricas, como aconteceu recentemente com a Ford que teve que fechar as portas deixando milhares de pessoas desempregadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2ª Turma confirma incompetência da 13ª Vara de Curitiba em ação contra Guido Mantega

O colegiado manteve decisão do relator, ministro Gilmar Mendes, que verificou que as ações não tratam de desvios de recursos O post 2ª Turma confirma...

Boletim médico do prefeito Rafael Greca

O prefeito Rafael Greca, internado no Hospital Nossa Senhora das Graças, no fim da manhã de terça-feira (20/04/21), devido a O post Boletim médico do...

Rafael Greca, prefeito de Curitiba, sofre AVC e é internado

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, de 65 anos, sofreu um acidente vascular cerebral isquêmico na manhã desta terça-feira, 20. Em nota, a prefeitura...

Artigos Relacionados

2ª Turma confirma incompetência da 13ª Vara de Curitiba em ação contra Guido Mantega

O colegiado manteve decisão do relator, ministro Gilmar Mendes, que verificou que as ações não tratam de desvios de recursos O post 2ª Turma confirma...

Boletim médico do prefeito Rafael Greca

O prefeito Rafael Greca, internado no Hospital Nossa Senhora das Graças, no fim da manhã de terça-feira (20/04/21), devido a O post Boletim médico do...

Rafael Greca, prefeito de Curitiba, sofre AVC e é internado

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, de 65 anos, sofreu um acidente vascular cerebral isquêmico na manhã desta terça-feira, 20. Em nota, a prefeitura...